Pipe bomb - ECW

Bloody History 03# – Paul Heyman no poder e os segments de Shane Douglas

 

Esta aqui a terceira parte do Artigo Bloody History, que conta a historia da ECW aqui no Pipe Bomb, e nessa terceira parte vamos falar de Paul Heyman como booker, a criação da Public Enemy e os marcantes segments de Shane Douglas. Então chega de papos e vamos ao HARDCORE!!!

(Texto postado em março de 2015 por Vinicius | Joker)

Agora com Heyman como novo Booker, a ECW começa seu trajeto para o estrelato, o primeiro grande feito de Heyman no poder, foi à criação da Tag Public Enemy. A ideia de Heyman, era criar uma tag que refletisse a juventude da época, para que assim os fãs tivesse lutadores para se identificar
e assim nasceu a Public Enemy.
 Public Enemy
 
Uma tag formada por Ted Petty, um lutador no estilo Lucha Libre, que estava quase abandonando o wrestling por não conseguir grandes
coisas na careira, e Johnny Rotten um brawler com Gimmick de Punk, que estava perdido pelas indies. Heyman então juntou os dois, deu um novo visual para eles na linha do Hip-Hop que estava começando a crescer nos EUA, principalmente pelas guerras de gangues, e mudou o nome dos dois, Petty virou Rocco Rock, nome que vinha de uma piada relacionada ao nome do rapper Snoop Doggy Dogg, e Rotten virou Johnny Grunge, pegando carona no gênero de Rock que vivia uma boa fase na época. Não levou muito tempo para dupla ganhar o carinho dos fãs com seu visual jovem, seus discursos lotados de mensagens sociais, suas tendências suicidas e o principal seu estilo extremo no máximo.
 Parece que não existia nada que a Public Enemy não poderia fazer, eles saltavam de grandes alturas em cima de mesas, usavam objetos trazidos pela plateia, e faziam um verdadeiro banho de sangue. Com essas características a Public Enemy ajudou muito mais a definir a imagem que a ECW viria a ser conhecida.
O plantel de lutadores da ECW começava cada vez mais a ser formado por lutadores Hardcores, além da já falada Public Enemy, ainda entraram para o Roster, Ian Rotten e Axl Rotten, Taz e Sabu que começou na ECW, já de forma marcante ganhando o Title que na época pertencia a Shane Douglas.
 O show de TV semanal da ECW, foi ficando cada vez mais ousado graças a linha extrema que a ECW vinha tomando, e o mais recente reforço o narrador Joey Styles, que trazia uma forma nova de comentar muito mais vibrante,  cheio de comentários sujos que iam dês de criticar os lutadores até mesmo fazer comentários relacionados a problemas de backstage das duas Big Leagues WWF e WCW. Styles não teve nenhum medo de falar em rede nacional dos problemas na justiça de Vince McMahon relacionado à venda de esteroides, ou da briga entre Arn Anderson e Vader, que terminou com Vader esfaqueando Anderson.
Joey Styles
Os shows semanais da ECW cada vez mais estvam subindo nos Rattings, e as fitas VHS dos shows tendo uma vendagem maior, ainda estava longe da ECW ser uma grande empresa, mas eles estavam indo pelo caminho certo.
O ano de 94 começou com um grande show para ECW, que teve no Main Event Sabu vs Terry Funk vs Shane Douglas em uma 3-Way Dance(luta que
seria bem recorrente na trajetória da federação), a luta terminou em “Time Limit” após 60 empolgantes minutos. Logo depois da luta Douglas pega o
microfone, e começa a lançar ataques verbais a todos, e nesse segment provou o quão grande o personagem de Douglas estava ficando, ele mesmo moldou muito de seu personagem baseado na sua desastraste carreira até então no Wrestling, em grande parte de seus segments ele criticava grandes nomes do wrestling, um dos mais frequentes era Ric Flair que Douglas via como  um grande manipulador que usava seu Status de lenda para se manter no topo.
Mas não seria um dos segment de Douglas criticando Flair ou outros wrestlers que ficariam marcado na historia da ECW, e sim o seu segment após
ganhar o torneio que definiria o novo campeão da NWA, logo após Douglas ganhar o title da NWA, ele pega o microfone começa falando algumas coisas, e depois joga o title da NWA no chão, pega o title da ECW e declara que a partir de agora começava uma nova era, “a era da EXTREME CHAMPIONSHIP WRESTLING”. E assim a ECW deixa a palavra Easter de lado e vira Extreme, dando inicio a nova era.
Acabando o terceiro capitulo do Bloody History, e no próximo vamos falar do inicio da Extreme Era na ECW.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *