Exodus

  1. O ROSTER ESTÁ INCHADO

Sejamos francos, liro frends, o roster tá sempre inchado, o problema é o produto humano disponível para servir aos tubarões.

É incômodo ver bons lutadores servindo de escada para umas merdas ao nipe de Baron Corbin, Nakamura, Lacey Evans e companhia. Pior ainda é ver gente que é tão ou mais excelente que os lutadores supracitados e nem a chance de ser jobber tem. No máximo uma Battle Royal

Mas, até aí, a WWE já teve a Kai en Tai no roster e seu maior feito foi quebrar os dentes.

Enfim, o sacrifício foi feito. Nesta semana tivemos a debanda da Sanity, a exceção de Eric Young, o pedido de demissão de Luke Harper, a saída há muito prevista de Dean Ambrose e o muito provável êxodo de Sasha Banks.

Inchado, caro leitor, o monstro está inchado e ele quer permanecer assim. Porque é melhor estar pançudo que dar cartuchos à concorrência.

E sim, a WWE tá disposta a comer fogo se for preciso.

Entretanto, algo sempre escapa a boca da besta (ou do besta?), alguém sempre escapa do Egito e agora, nomes bem acima da média buscam sua terra prometida.

Não se engane, sempre existirá um Baron Corbin e, feliz ou infelizmente, sempre existirá uma oportunidade de desperdiçar o próximo Taka Michinoku.

 

E no texto de amanhã: LEVITICUS

Um comentário em “Exodus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *