pipe bomb - intergender matches-

Luta entre gêneros ou Intergender Matches – Devem continuar?

Depois do texto de Deathmatch, trago a vocês um outro texto que pode dar uma polemica que é falando sobre as lutas entre gêneros, que vem gerando um certo reboliço dentre do universo do wrestling, onde muitas pessoa são a favor ou contra esse tipo de luta. Então nesse texto expresso minhas opiniões sobre o assunto. Espero que gostem. 🙂

Quando pensamos em lutas onde homens e mulheres se enfrentam no ringue, temos como lembrança mais viva, os péssimos exemplos expostos pela digníssima WWE, onde temos normalmente dois casos, lutas onde as mulheres são colocadas como frágeis e sem a mínima chance de lutar de igual para igual, ou temos lutadores sendo colocados como inferiores por terem sido derrotados por uma mulheres, como se isso fosse realmente algo a se ter vergonha. E nos dois casos temos o mesmo estereotipo, de que a mulher é inferior ao homem quando se trata de wrestling.
Mas com ascensão da luta livre independe essa luta entre gêneros acabou ganhando outra imagem, onde homens e mulheres são colocados de forma
igual dentro do ringue, sem regalias para nenhum dos lados, e assim vemos mulheres derrotando homens sem ser como uma forma de inferiorizar o sexo masculino, e também vemos homens enfrentando mulheres e usando da mesma força que usariam se estivessem enfrentando outro homem.

 

Com o tempo acabamos ganhando ótimos exemplos de mulheres que lutam de igual para igual com os homens como é o caso das duas canadenses
Lufisto e Candice LeRae, que nunca foram inferiorizardes frente a lutadores do sexo oposto e sempre encaram muito bem o desafio, resultando em serem extremamente reconhecidas atualmente pelas suas habilidades em ringue.

 Incrivelmente, mesmo com essa quebra de barreira que as lutas entre gêneros provocou, ainda existe muitas pessoas que são contra dizendo que mulheres não se devem expor em lutas contra homens devido a primeiro que é uma forma fetichista de wrestling e segundo que um homem costuma ter uma força física geneticamente maior em relação a mulher então eles não podem se enfrentar no ringue pois seria desigual, sinceramente pra mim esses são argumento estupido e machista, primeiro se alguém que esta vendo uma luta entre homem e mulher considera isso algum tipo de fetiche, a culpa não é da luta e sim de quem esta vendo, o que não é algo que pode ser englobado para todos os que acompanham wrestling, e sim para um pequeno e problemático grupo, e segundo o Wrestling não é um esporte onde a força física é posta em primeiro plano e sim as habilidades, pratica, e talento e posso garantir que isso não são coisas que diferem entre os sexos.
Acho que para ser mais justo os termos luta entre gêneros ou Intergender Match(O termo usado em inglês), deveria ser abolido, pois devemos encarar que o que vemos no ringue não são homens e mulheres, e sim lutadores profissionais que se esforçam para chegar ali, pois devemos lembrar que o
wrestling é um esporte para todos não importando, gênero, opção sexual, cor ou credo.

 

Essas são minhas opiniões sobre esse tipo de luta, gostaria de saber a de vocês, se são contra ou favor e o porquê. Opiniões criticas e sugestões são sempre bem vindas, então não tenham medo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *