PIPE OFF: RPS 09# – Eminem, Camila Cabello & Marshmello(11/12/2017)

Nova edição do RPS no ar, essa semana entre os lançamento temos Eminem, Camila Cabello, Marshmello e muito mais. Então uma boa leitura a todos!

Camila Cabello – Never Be The Same

É um musica bem mediana. A produção é bem feita pra deixar com cara de hit pop, mas esses vocais cheio de notas altas que a cantora demonstrar alguma insegurança na hora de executar quebrou o ritmo da musica. Acredito que foi um passo bem errado essa escolha para os vocais, acabou por tirar a cara de hit pop que aparentava ser o objetivo principal da musica.

Story Of The Year – Bang Bang

Longe de ser uma das melhores coisas relacionadas Post-Hardcore lançadas no ano, mas ainda sim uma musica bem divertida, a mistura tradicional feita pela banda de Pop Punk e Hardcore ainda funciona muito bem.

Luan Santana – Check-In

Check-Out

Eminem – Untouchable

Lembra bastante Berzerk do ultimo disco do rapper, no geral uma boa musica. Eminem sempre consegue encaixar o flow de uma forma bem impressionante quando o beat apresenta riffs de guitarra. Alem disso o rapper consegue abordar alguns temas bem importantes de forma extremamente eficiente nos versos, sem duvida criou um bom hype para disco que sai no fim dessa semana.

Ryder – King

A produção traz uns vícios do Pop 2017 que dá uma incomodada, mas a voz da Ryder é tão bonita que passa por cima disso. Bom lançamento, Ryder sem duvida uma promessa para 2018.

Claudia Leitte part. Maiara & Maraisa – Lacradora

Musica bem ruim que segue a formula genérica para fazer uma musica Pop no Brasil em 2017:Produção Reggaeton, participação de uma dupla de sertanejo em alta, e “gírias jovens”. Só faltou o Alok.

Charli XCX feat. Tove Lo e ALMA – Out of My Head

UM Pop Alt tradicional, mais inclinado até para o Pop que para o Alt. A musica tem seus momentos, a parte da Tove Lo é de longe a melhor. Para que é fã de alguma das cantoras que fazem parte desse som, provavelmente vai gostar.

Moose Blood – Talk In Your Sleep

Como é divertido ouvir as musica do Moose Blood, a banda sempre capricha no seu Pop Punk com cara de Emo. Ótimo lançamento, todos elementos se encaixam perfeitamente juntos gerando um resultado muito agradável.

The Neighborhood – Scary Love

Essa é facilmente uma das melhores musicas do The Neighborhood que eu ja ouvi, a fusão do tradicional Indie Rock apresentado pela banda com elementos de R&B e Pop Alt funcionaram de uma forma muito harmoniosa juntas.

Gizzle – Get Lound For Me

Que som sinistro. O beat pesado e cheio de elementos modernos junto do flow afiadíssimo da Gizzle resultou em uma combinação incrível.

Wanessa – De Férias com o Ex

Musica para abertura de reality show da MTV, eu passo.

Marshmello feat. Migos – Danger

É uma musica padrão dos Migos, só que trocando o beat de Trap por de EDM. Ai vai de você definir se isso é bom.

Abraham Mateo feat. 50 Cent e Austin Mahone – Háblame Bajito

Reggaeton padrão com uns elementos de R&B, no geral nada de muito especial. Embora a produção realmente seja boa.

Rashid – Química

Tenho elogiado tudo que o Rashid lançou essa ano, mas essa musica aqui não vai dar não. Parece uma musica do Projota com uma letra um pouco mais trabalhada.

Quality Control feat. Quavo Nicki Minaj – She For Keeps

Um beat muito irritante, os rappers forçando para conseguir encaixar o flow nele e ainda o autotune tomando conta da musica. Nada salva nesse som.

Lost Kings – Don’t Call

Os caras do Lost Kings conseguiram criar um EDM com uns elementos de R&B e Pop Alt bem legais, mas pecaram nas linhas vocais que tira muito do brilho da musica. Ainda sim recomendo a audição.

Nando Reis – 4 de Março

Igual toda musica que o Nando Reis lançou nos últimos 20 anos, sem chance.

R3hab & Krewella – Ain’t That Why

As meninas do Krewella até costumam fazer coisas criativas dentro do EDM mais Pop, mas esse colab com o R3hab só gerou uma musica bem fraca utilizando elementos de Trap e Tropical House elementos que já não são novidade dentro do gênero.

Micael – A noite toda

A idéia da musica é boa, fazer um Pop mais com cara de som gringo. O problema é que achei a musica bem fraquinha, a produção é bem manjada e falta alguma coisa no refrão que prenda o ouvinte a musica.

Russ – Lean On You

A produção puxada para o R&B é boa, mas o Russ não parece muito à vontade nessa musica em relação a outros trabalhos. O rapper pareceu um pouco travado não conseguindo se encaixar bem no beat.

Pell feat. Saba – throwback

Pell sempre tenta emular o estilo de outros rappers de uma forma nova, dessa vez ele usa muito de suas influencias de Chance The Rapper para criar uma bela canção que faria o rapper de Chigado ficar orgulhoso.

Solange Almeida – Reduzi Meu Coração e Coloquei no Bumbum

Reduzi minha vontade de viver  e coloquei nessa review.

Juicy J feat. Project Pat e A$AP Rocky – Feed the Streets

A$AP Rocky sem duvida é quem se destacar na musica, a parte do Juicy J também não é nem de longe ruim, mas já a parte do Project Pat deixa muito a desejar o rapper não soube encaixar o flow bem dentro do beat.

6ix9ine  – KOODA

Muita gritaria, pouca musica.

POLLO – Ela Vem

Ela voltou para Pirituba City.

Statik Selektah feat. Joyner Lucas – Don’t Run

Fica difícil ouvir uma musica que tem a produção do Statik Selektah sem esperar uma puta musica e bom essa não é diferente disso. A produção do Statik com um beat de muito gosto bem com cara de East Cost é sensacional,  a participação do Joyner Lucas nos versos só veio pra acrecentar.

G-Eazy feat. Charlie Puth – Sober

Eu nunca queria ficar revisando todas as musicas do G-Eazy que estão saindo, mas essa semana está tão fraca que qualquer coisa boa é valido revisar. Essa musica do G-Eazy entrega mais um bom dueto, o Rapper apresenta um bom par de versos que dão a cara da musica, enquanto Charlie Puth encaixa os refrões e ganchos com linhas vocais bem suaves.

Um comentário em “PIPE OFF: RPS 09# – Eminem, Camila Cabello & Marshmello(11/12/2017)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *