PIPE OFF: RPS 18# – Kendrick Lamar, Calvin Harris & Franz Ferdinand (12/02/2017)

Segunda de Carnaval, mas como RPS não para está aqui a nova edição. Uma semana com lançamentos bem regulares, então uma boa leitura a todos.

Kendrick Lamar – Black Phanther

Das faixas lançadas para a trilha do Pantera Negra, essa foi a que achei mais fraca. Ainda sim no geral é uma boa musica, só pecou no beat que não é dos mais marcantes.

MGMT – Me and Michael

Achei essa musica bem melhor que as anteriores lançadas pelo MGMT, a musica demonstra muito mais o estilo do Duo. Com ritmos Synthpop retros é uma clara e bela homenagem aos anos 80.

Márcia Fellipe part. Claudia Leitte – Vivo Só

Não tão mais vivo depois de ouvir a musica até o final.

Calvin Harris feat. PARTYNEXTDOOR – Nuh Ready Nuh Ready

A musica apresenta um Pop com alguns elementos de Dancehall e Musica Latina, mas no geral é bem esquecível. Calvin Harris apresenta uma produção pouco inspirada e a participação do PARTYNEXTDOOR pouco acrescenta .

Twokio feat. Teddy Jackson & Grace Weber – 2 Da Moon

Nesse novo lançamento Twokio sai um pouco do que vinha apresentando em seus últimos lançamentos e entrega uma faixa mais dançante mesclando R&B e um Funk mais melódico. As participações de Teddy Jackson e Grace Weber nos vocais impulsionam ainda mais o ritmo movimentado da musica.

Vingadora – No Cavalinho

Eu queria tentar prestar atenção em alguma coisa, mas esse microfone estourado me incômodo a ponto de me tirar toda atenção do resto da musica.

Marshmello feat. Anne-Marie – FRIENDS

A musica segue bem a linha de WOVLES o mais recente sucesso do DJ, mas com uma pegada um pouco mais dançante e um pézinho no synthpop. No geral uma musica sem nada de muito especial, mas que tem altas chances de emplacar como hit.

Brent Faiyaz – Make Luv

Essa nova faixa de Brent faz parte de uma da sobras de estúdio do seu excelente disco de estréia. Mas apesar de ser uma sobra a musica nem de longe é inferior ao trabalho anterior do cantor, o mesmo R&B repleto de belas melodias e de uma produção muito cuidadosa é entregue mais uma vez.

Whetan feat. Dua Lipa – High

A musica não foge muito dos trabalhos dos dois artistas, Whetan investe em uma produção misturando R&B e Europop muito próxima da musica Pillowtalk do Zayn da qual ele é produtor. E Dual Lipa entrega seus vocais tradicionais mesclando Pop Alt e Synthpop. No geral é uma boa musica, mas que não se destaca.

Lauren Ruth Ward – Sheet Staing

Nesse novo lançamento a cantora que costuma lançar musica mais puxada para o Indie, resolve apostar em uma pegada mais Country Old School. E o resultado é bem satisfatório, Lauren entrega um country cheio de referencias clássicas e que diverte.

Pixote part. Jerry Smith – Agora Ce Quer

Tenho certeza que o que ela quer é não ter que ouvir essa musica.

Noah Cyrus feat. MØ – we Are…

A musica não me agradou no geral, mas achei bem melhor que lançamentos anteriores da Noah. A projeção que a cantora vai mostrando durante os minutos de musica é bem interessante e mostra uma evolução que é valido ficar de olho.

Barns Courtney – Sinenrs

Olha só que grata surpresa, Barns apresenta um Blues Rock moderno na linha de certos trabalhos do Black Keys mesclado com vocais que chegam ligeiramente a lembra os de Johnny Cash.

MC MM – Vai Fazer Kabun

O MC MM até esta bem na musica, mas essa vibe MC Kevinho na produção não dá pra suportar.

Rae Sremmurd – T’d Up

A dupla nesse lançamento aposta em um Rap Trap com uma levada mais calma, mas acaba errando a mão nessa decisão. A lentidão que a musica acaba tomando deixa ela muito cansativa e os versos dos dois rappers acaba passando batido.

snny – Let’s Not Pretend

Snny como de costume apresenta um R&B bem experimental, se utilizando de elementos difusos que se encaixam perfeito na base de sintetizadores criados e na bela voz do musico, esse novo lançamento é mais uma prova do talento desse jovem promessa.

Duda part. Israel Novaes – Sim, Senhora

Senhora? Senhora? Senhora volta aqui!

BlocBoy JB feat. Drake – Look Alive

A musica traz os dois rappers apresentando seu estilo padrão em cima de um beat também bem padrão baseado em bateria e piano. Para os fãs do Drake essa musica pode ser uma boa pedida, mas eu passo essa.

Jacob Banks feat. Louis The Child – Diddy Bop

Quando você junta um musico com uma bela e diferenciada voz e uma dupla de dois excelentes produtores fica difícil que o resultado entregue não seja algo excepcional. E bom foi bem isso que aconteceu Jacob entrega o seu melhor em uma linha vocal muito bela nas bases do Soul e a dupla Louis The Child destrói com uma produção digna de palmas. Que essa parceria se estenda para mais lançamentos futuros.

Felix Jaehn feat. Marc E. Bassy & Gucci Mane – Cool

Essa musica é uma compilação de elementos comuns do Pop, mas a combinação deles não resultou em algo interessante. O que a musica entrega é um som que pouco cativa e que o ouvinte esquece no momento seguinte que ela acaba.

Dashboard Confessional – Crooked Shadows

Depois de um primeiro single excelente a banda agora retorna com seu novo álbum, mas infelizmente o resultado não é tão bom quanto a primeira amostra. A banda acaba perdendo um pouco a mão e apostando em ritmos mais pops, que infelizmente não encaixam com o ar mais intimista e introspectivo sempre presente nas composições da banda.

Black Atlass – My Life

O mais novo contratado da gravadora do cantor The Weeknd lança a primeira musica do seu disco de estréia e ja começa surpreendendo. Com um R&B visceral e totalmente mirado para a melancolia, Black Atlass surpreende com a bela voz que conduz com maestria todo o ritmo da musica. Esse single é um belo motivo para entendermos porque The Weeknd resolveu assinar contrato com o jovem cantor.

Matuê feat. Knust & Chris Mc – De Peça em Peça

Ficou parecendo uma tentativa de imitar o Migos. No geral a musica não funciona, o beat é fraco, a letra é bem esquecível e os rappers não cativam.

Smokepurpp – Big Bucks

Musica bem curta do Smokepurpp e não traz nada de especial. Beat simples se apoiando nos graves, versos sem nada de especial e o flow padrão do rapper.

A-Trak feat. Falcons, Young THug & 24hrs – Ride For Me

A musica tem altos e baixos a momentos que os versos dos rappers são excelentes outros que mais atrapalham que ajudam, mas felizmente o ótimo beat do A-Trak passa um pano em cima das falhas da musica.

Chelsea Cutler – You’re Not Missing Me

A musica começa bem com uma linha próxima do synthpop, mas com a entrada do refrão a ela acaba tomando o mesmo caminho de clichês ruins de muitas musicas Pop’s com elementos de EDM atuais.

R3HAB feat. Lia Marie Johnson – The Wave

O mais puro do EDM genérico, nada de interessante só linhas vocais extremamente repetitivas em cima de um beat batido.

The Wonder Years – Sister Cities

Depois de bons 2 anos sem nenhum material novo lançado, os ícones do Punk estão de volta. E já retornaram com tudo entregando mais uma daquelas musicas que mostram as características da banda uma musica intensa, sufocante com belas melodias, instrumentais agressivos e uma bela letra.

Carlinhos Brown part. Filhos de Ghandy – Ói Pra Cá

Carlinhos Brown  + autotune mal feito = Apocalipse final

Franz Ferdinand – Paper Cage

A banda se afasta dos seus principais hits nesse lançamento, mas acerta muito bem a mão. A musica que aposta em um lado mais rock psicodélico e entrega uma boa faixa com destaque para as criativas linhas de pianos e sintetizadores.

Um comentário em “PIPE OFF: RPS 18# – Kendrick Lamar, Calvin Harris & Franz Ferdinand (12/02/2017)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *