PIPE OFF: RPS 29# – Post Malone, IZA & Alok(30/04/2018)

Nova edição do RPS no ar, essa semana entre os lançamento temos Post Malone, IZA, Alok e muito mais. Então uma boa leitura a todos!

IZA part. Ruxell – Bateu

A musica sai um pouco da linha dos lançamentos anteriores, trazendo uns ritmos atuais do EDM com uma atmosfera do Reggae. Não achei tão boa quanto às outras musicas recentes da cantora, mas ainda sim é um som valido.

Heavy Baile part. Mc Carol – Carne de Pescoço

Aquela pancadão do Funk em cima da produção de EDM que já ficou popular na mão dos caras do Heavy Baile, bom lançamento indo bem na linha de qualidade das outras musicas lançadas pelo grupo. Sempre bom citar a participação sempre sensacional da Mc Carol

Luan Santana part. Pabllo Vittar, Simone & Simaria – Hasta La Vista

Mais um lançamento do Luan Santana que prova que ele realmente esta tentando deixar de lado o Sertanejo Universitário. A produção dessa musica ficou bem feita, optar por um Danchall que é um gênero que esta na moda foi uma boa. O problema é que tirando a Pabllo, nem o Luan e nem a Simone e Simaria funcionaram em cima das batidas rápidas e pesadas.

Alok part. Zeeba & IRO – Ocean

Tão carente de criatividade quanto qualquer outra musica do Alok. O único diferencial é que nessa musica o DJ aposta em um pegada mais Progressive House que se aproxima de trabalhos mais antigos do Calvin Harris, ainda sim nada que faça valer a pena ouvir esse som.

Black Days – Antidoto

O começo eu não tava curtindo tanto, mas quando entrou uma levada mais Punk misturada com Hardcore Melódico a musica acabou me ganhando. Curti o som, me lembro umas bandas mais antigas da cena de Hardcore Melodico nacional como Sugar Kane e o AOK.

Kell Smith – Girassol

Eu até acho a Kell Smith uma boa cantora, mas não da pra ela ficar tentando lançar um “Era uma vez” parte 2.

Nego do Borel – Cadeira

É legal como são a maioria das musicas do Nego do Borel. O problema que o cantor ta seguindo a mesma formula da maioria dos seus hits, esse lançamento é basicamente idêntico ao seus últimos lançamentos. Por enquanto até funciona, mas essa formula pronta logo não vai funcionar mais.

Tone Stith feat. 2 Chainz – Light Flex

Ótima faixa, Tone é sem duvida um cantor subestimado. O talento vocal que tem esse cara é insano, tem todos os aspectos de um grande cantor de R&B moderno. Musica muito divertida com uma produção lotada de diferentes referencias e varias viradas que deixam ela com um frescor único.

Jason Mraz – Have It All

O tempo passa novas tendências musicais são criadas, novos artistas aparecem e o Jason Mraz segue na mesma pegadinha Soft Reggae com cara de luau na praia.

Jennifer Lopez – El Anillo

Aquela tosquisse básica que a Jennifer Lopez ta acostumada a fazer, só vale destacar o batidão de Funk que aparece do nada no meio da musica.

Parcels – Tieduprightnow

Muito legal o clima retro que o Parcels sempre consegue criar nas musicas, a pegada Eltropop com o instrumental bem “funkyado” ficou excelente. Para quem curte musicas com uma cara anos 70/80 vai se deliciar com essa faixa.

Anne-Marie – Cry

Em comparação a outros lançamentos da cantora, essa musica é bem melhor. A produção dando destaque para uns grooves de bateria e tal ficou bem legal, problema que a cantora ainda parece só uma colagem de varias cantoras. Talvez com mais originalidade eu possa gostar dela.

Janelle Monáe feat. Pharell Williams – I Got The Juice

É impossível ouvir essa musica e não ver a influencia gigante do Pharell na produção, a musica tem todos os elementos que formam a formula das musicas do produtor/cantor. No geral uma musica muito legal, Janelle como de costume destrói tudo com todo seu talento vocal, e o Pharell tanto nos vocais quanto na produção faz simplesmente o que ele ta acostumado fazer ou seja uma puta musica com uma produção impecável.

FRENSHIPN – Mi Amore

Trabalhando durante toda a faixa uma mistura de Eletropop com Indie Rock, o duo de produtores acerta a mão em uma faixa simples, mas repleta de elementos que consegue muito bem atingir seu objetivo principal, ser uma musica que diverte. Gostei como os caras souberam mesclar o conteúdo presente na musica sem descaracterizá-la.

Wanessa Camargo – Mulher Gato

Em 2018 e ainda ter que ouvir musica da Wanessa é muito difícil de aceitar, depois de ja ter atirado pra todos os lados possíveis a cantora resolve apostar no Reggaeton o que não é nenhuma surpresa pela popularidade do gênero, o problema é que a musica é um desastre gigante.

Post Malone – Better Now

Acho ilegal apontar para a qualidade da produção das musicas do Post Malone e essa musica é um bom exemplo disso. O problema que o rapper em si não me desce, não consigo digerir bem os versos do cara e sempre sinto a falta de um elemento que me cative nas musicas. Eu passo esse lançamento, mas para quem curte os sons do cara provavelmente vai curtir.

Aloe Blacc – Brooklyn In The Summer

Apostando em uma musica bem Pop, Aloe apresenta um som com uma progressão muito bem estruturada de acordes enquanto entrega seus tradicionais vocais de uma forma que demonstre todo o romantismo que a musica busca.

James Blunt feat. Lost Frequencies – Melody

James Blunt mais EDM, ta ai uma musica que eu não precisava ter ouvido.

Mike Shinoda feat. blackbear – About You

Eu acho o flow do Shinoda até é bom, e o inicio da musica ia por um caminho bom. Mas o andamento dela começou a ficar meio estranho, começou me lembrar Machine Gun Kelly e tal e ai fica bem difícil manter o interesse.

Morgan Wallen – If I Know Me

Country legal de ouvir, bem na linha das musicas do gênero com uma levada mais Pop apresentado por Florida Georgia Line e Luke Bryan. Mas vale mencionar um destaque para as linhas de guitarra indo em uma linha mais rock que deixa com um tom diferente a musica.

Fernanda Costa – Se Bater Saudade

Se bater a raiva.

Titãs – Nada nos Bastas

Acho que já deu pro Titãs, lançamento na mesma linha dos últimos trabalhos da banda. Um Pop Rock bem esquecível que beira a vergonha alheia.

Ocean Park Standoff feat. Lil Yatchy – If You Were Mine

Poderia muito bem ser uma musica do OneRepublic ou Image Dragons ou qualquer outra dessas bandas genéricas de Pop Rock. Musica sem nada de interesse, só uma repetição de elementos batidos de Pop Rock.

Yasminnie part. Maneirinho – Vilão

Funk soft pode pular

Glaudius James feat. Wiz Khalifa – Rich

Baita lançamento do Glaudius James, o cara entrega mais uma faixa cheia de energia e sensualidade que demonstra todo o potencial que o musico tem para criar musicas Pops cativantes.

Shea Diamond – Keisha Complexion

Que musicão, Shea tem um voz poderosíssima e quando ela se combina com uma produção impecável que entrega um instrumental pesado de Blue Rock fica difícil que o resultado seja diferente de surpreendente.

Gloria – A Luz

Um monte de elementos manjados, principalmente para quem já ta familiarizado com o som da banda. Achei bem fraco.

Welshly Armas – Indestructible

Unificando diversos elementos do Rock Clássico com ritmos Pops Modernos, a banda entrega uma composição ousada e emotiva que precisava de muito pouco para atrair o ouvinte.

Bullet For My Valentine – Piece Of Me

Achei relativamente melhor em relação a ultima musica da banda que eu analisei aqui, ainda sim não me desceu tão bem esse som. Talvez com mais ouvidas eu possa gostar mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *