PIPE OFF: RPS 45# – Jason Derulo, BTS & Nick Jonas(27/08/2018)

Nova edição do RPS no ar, essa semana entre os lançamento temos Jason Derulo, BTS, Nick Jonas e muito mais. Então uma boa leitura a todos!

Jason Derulo feat. David Guetta, Nicki Minaj & Willy William – Goodbye

A única coisa que realmente é interessante nessa musica são as linhas vocais sempre muito boas do Derulo, de resto nada de muito interessante. As participações pouco acrescentam e a produção é só uma mistura bem manjada de Dancehall e Reggaeton.

Ciara – Slippin

Ciara vem com tudo nessa faixa, a cantora entrega linhas vocais impressionantes, mostrando todo seu talento. E a produção levemente retro misturando ritmos tradicionais do atual R&B com elementos oitentistas do Pop principalmente nos sintetizadores.

Sandy part. Lucas Lima – Areia

Arrependo-me de ter reclamado da época que todo artistas do Main Stream no Brasil lançava um Reggaeton, porque é bem melhor que agüentar essa “nova MPB”.

Liam Payne feat. French Montana – First Time

A parceria entre Payne e Montana simplesmente não casou, cada artista parece estar em um time totalmente diferente do outro e juntos de uma produção bem confusa e o resultado fica bem abaixo.

Ozuna feat. Romeo Santos – Ibiza

Essa musica é umas belas amostras de como dois artistas de estilos diferentes podem fazer um trabalho junto com cada um trazendo um pouco de suas referencias. Ozuna apresenta seu Reggaeton de uma forma mais suave para casar com maestria com o Bachata de Romeo.

Fall Out Boy – Super Fade

Eu admiro muito o Fall Out Boy por sempre estar tentando adicionar elementos da atual musica Pop dentro de suas composições sem perder suas bases originais, o problema é que a banda vem pisando bastante na bola recentemente, e essa musica é mais um exemplo disso. São tantos elementos de EDM usado em demasia que a musica simplesmente não tem nenhum atrativo.

BTS – Answer: Love Myself

O grupo mostra com essa faixa que estão investindo com tudo na entrada no mercado Americano, a musica tem uma produção bem mista com referencias tradicionais da musica Pop Oriental, mas já com bastante elementos do Pop Americano com certos ritmos do Trap e EDM. E no geral a produção teve bons acertos, o problema é que os arranjos sempre muito cheios de componentes não me desce por nada.

Disclosure feat. Gwen McCrae – Funky Sensation

O duo lança uma faixa bem divertida misturando o seu ja tradicional House com a nova sensação dentro da musica eletrônica o sempre citado aqui Eletro Funky. Com uma produção bem arrojada e que consegue adicionar varias camadas, a musica é uma boa diversão do inicio ao fim.

Noah Cyrus feat. Lil Xan – Live Or Die

Péssimo dueto, os dois artistas não mostram nenhuma sintonia na musica e a impressão é que cada um esta cantando uma musica diferente. Com esses problemas, pensando que a idéia da musica é um dueto romântico já da pra imaginar o quão péssimo é o resultado. De quebra a produção vai de batidas bem clichês para um final com uns barulhos agudos que não fazem o menor sentido.

The Chainsmokers feat. NGHTMRE – Save Yourself

Parece que com o retorno do 21 Pilots, a dupla de DJ’s resolveu voltar o foco ao EDM. Mas dessa vez deixa o seu tradicional e chatissimo Tropical House de lado e investe em uma faixa com poucos atrativos voltada ao Dubstep.

Papatinho part. Ludmilla & Maejor – Meu Baile

A produção do Papatinho misturando Funk com R&B ficou bem na medida deixando um ritmo bem confortável para as duas participações que funcionaram muito bem na musica.

Nick Jonas feat. Robin Schulz – Right Now

Muito parecido com outros trabalhos que tem a mão do Schulz ou seja aquele Tropical House bem padrão, o diferencial e que na verdade nem faz tanta diferença assim são os vocais do Nick Jonas.

Logic – The Return

Uma faixa com a cara do rapper, os versos complexos, o flow rapido e a produção virtuosa. Para quem é fã do Rap principalmente dos trabalhos mais antigos essa faixa é uma ótima pedida.

MC Menor Mr – Coração Bandido

Funk bem melódico, Menor tem uma voz boa para esse tipo de musica e a produção com o BPM bem baixo funciona muito bem.

KYLE feat. Wiz Khalifa – Moment

KYLE tem ficando especialista em lançar faixas simples, mas extremamente edificantes. Nesse novo lançamento o rapper entrega versos suaves que se encontram com um beat bem trabalhado.

Bring Me The Horizon – MANTRA

Uma faixa com elementos mais Pop’s e bastante uso de ritmos do EDM, riffs sujos bem próximos do Rock Alternativo isso junto ao Post-Hardcore ja tradicional da banda. A mistura de ritmos poderia ter sido catastrófica, mas a banda até consegue administrar bem o numero grande de referencias. Para alguém como eu que sempre torceu o nariz para os trabalhos da banda, essa é até uma faixa bem aceitável.

Florida Georgia Line – Sitting Pretty

Eu sempre prefiro as musicas mais agitadas da dupla, mas não tem como negar que os caras também são bons em musicas mais lentos e românticos. Essa nova faixa tem umas melodias bem bonitas, um arranjo bem fechadinho com direito a uma linha bem bonita de violino costurado a musica.

Radiant Children – Tryin

Impressionante o trabalho do trio, os vocais pontes somado ao arranjo impecável criam uma bela e contemporânea faixa de Soul. Muito interessante como a musica consegue ser extremamente moderna, mas ser recheada de elementos clássicos do gênero.

Blackbear – the 1

Um Pop bem padrão, um refrão bem melódico umas batidas flertando com o EDM e os versos bem receptivos para grudar na cabeça. Lançamento fraquíssimo.

Bas feat. J. Cole – Tribe

Bom lançamento esse do Bas, o rapper entrega versos bem consistentes e que somados a uma ótima produção que mistura ritmos de Bossa Nova com as batidas pesadas do Hip Hop de uma forma bem homogenia.

Blood Orange feat. A$AP Rocky & Project Pat – Chweing Gum

A beleza dessas musica sem duvida esta na sua suavidade, a batida flui com muita leveza e a participação de Rocky entregando versos bem swingados só adiciona mais a riqueza que é essa faixa.

$uicideBoy$ – Meet Mr. NICEGUY

Não achei uma das melhores faixas da dupla em questão de versos, mas o peso do beat carregou a musica. As harmonias Heavy Punk junto do bass acentuado ficaram excelentes e deram bastante personalidade para a musica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *