t- É – d … i ***O

E se a gente tratar luta livre como o youtube trata trailers de filme de super-herói e jogos? Tipo, pegar cada frame de uma luta e pensar “Mas que caralho, o que esse ser humano quis dizer quando ele levantou a perninha no segundo 53 do minuto 20”

Não, né? Foda-se.

A verdade é que eu estou completamente entediado como mundo do Wrestling nesse dia de sábado. Não que o mundo esteja desinteressante, mas eu estou desinteressado e preciso escrever. Como a Newsletter só sai amanhã, vai por aqui mesmo.

O que fazer quando a gente perde a vontade de assistir essa porra? Vamos ver o que temos no HD que, provavelmente resume nossas preferencias por PW.

 

Hmm… Não

 

Isso também não

 

Haha caralho, não, credo.

 

Okay, achamos algo!

Beleza, para quem não sabe esse senhor se chama Bryan Alvarez, recém convertido do Partido dos Trabalhadores, é acusado de ser um dos seres humanos mais entendidos de PW da história da vida dele e… bem, ele tirou essa foto uma vez e o Joker me mandou, então resolvi deixar ai para que vocês aproveitem. Cumprimos um item desse texto nada divertido, que era achar algo interessante sobre PW.

 

WE KEEP DIGGING

 

Eu sinceramente não lembrava que isso estava no meu HD, então vamos dar um pouco de contexto.

Há uns três anos atrás, eu e o menino Joker falamos um para o outro – na verdade ele falou para mim, mas eu quero fazer parecer que tive iniciativa para algo útil na minha vida, o que é mentira – “vamos legendar um documentário sobre PW?”.

E então tivemos acesso a um DOC da BBC chamado When Wrestling was Golden: Grapples, Grunts and Grannies.

Este fantástico pedaço de produção audiovisual contem uma das visões mais divertidas e interessantes que eu já tive sobre o Wrestling britânico, mostrando como as coisas por lá já estavam pegando fogo muito antes do republicano mais hipócrita do continente americano colocar o amarelo e se conclamar grande.

Era uma cena riquíssima de personagens, estranhezas e maravilhas e, caso o projeto tivesse ido para frente, vocês teriam isso com legendas em português. O Joker até fez boa parte da legenda, mas eu… Bom, caro leitor, você sabe como eu não levo nada a frente nessa vida.

BOM

Vocês sabiam que eu já quase escrevi um curta-metragem sobre Wrestling?

Em meados de 2017 eu estava enfiado no profundo mundo dos roteiros e até recebi umas recusas um tanto quanto reconfortantes de pessoas no Reddit. Então eu pensei, do alto da minha cabeça de merda, que seria uma boa ideia escrever um filminho maroto sobre o mundo do PW independente em um viés mais tragicômico, com uns toques de Irreversível, só que sem estupro ou extintores.

Foi então que nasceu o projeto “Simon Botch”, um dos nomes mais ridículos que eu já inventei na vida. Seria um filme sobre um cara que manda o outro pro hospital com o pescoço quebrado e como ele chegou até aquela luta em uma federação indie de médio porte. Algo como uma PWG da vida.

Eu só tinha esse esqueleto de esquema flashback e alguma ideia de como seria nosso protagonista. NADA ALÉM DISSO.

Enfim, a ideia não foi para frente e é muito possível que nunca vá.

 

 

Uau… que viagem hein, meu leitor envergonhado? O que você veio fazer aqui mesmo?

Afinal, esse texto é só isso mesmo. Interessante pensar que, de alguma forma, isso pode ter melhorado a noite de alguém…

ou não

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *