Felicidade Brock Lesnar

A felicidade de um homem besta

A existência se desdobra de formas não lineares e não completa nenhuma figura no final. Quem diria que a verdadeira felicidade de Brock Lesnar, aquele caucasiano de voz fina e extinto assassino, que se isola do mundo para mascar fumo, comprar armas para compensar a masculinidade frágil e ouvir ASMR exclusivos do Paul Heyman encontraria o verdadeiro objetivo da existência com uma simples maleta de Money In The Bank.

 

Eu conheço este senhor há algum tempo e afirmo sem medo de errar: nunca vi tanto brilho e verdade nos olhinhos brilhantes e pequenos de BL. É uma risada gostosa! Aquela que ele dava para o Undertaker enquanto espancava o idoso. Poderiam ser criados odes de amor e guerra, antídotos definitivos para a depressão e equações que ramificam na viagem interdimensional por entre lapsos de emoções, tudo derivado de uma gargalhada de Lesnar enquanto dança com sua BOOM BOX em formato de maleta.

 

Eu não via alguém mais contente desde que meu tio me deu um PS1 no natal de 2002 porque ele não queria mais o dele.

felicidade
Two Kinds of Happiness.mp3

Agora, na boa? As vezes é fácil esquecer de quem estamos falando e o porque de pessoas terem a relevância que tem. A imagem de Brock pós retorno em 2012 se tornou algo nos moldes de:

 

  • Preguiçoso
  • Chato pa caralho
  • Part Timer
  • Oportunista
  • Estraga prazeres
  • Escrotão
  • Suplex City BI A IIIITCH

 

Alguns desses tópicos refletem a verdade objetiva de um mundo totalmente tangível e alcançável através do raciocínio lógico e do experimento científico? De fato.

 

MAS, companheiros e companheiras de pro-le-le, Brock Lesnar, anterior a esse processo, era uma das figuras mais carismáticas e interessantes do Pro Wrestling mundial. Na figura dele tinha-se alguém jovem, extremamente talentoso e condizente com o espírito da época, capaz de fazer promos e expressar uma gama de personagens bem amplos enquanto lutava FEITO UMA MULA SOLTA.

 

Sério, qualquer pessoa que disser “Brock Lesnar luta mal” merece um tapa na orelha e um beijo de língua – não sei cara… as pessoas tem que se divertir também, saca?

 

Mas será que essa maleta do Money In The Bank seria na verdade uma maquina do Doc Brown e estaríamos vendo lampejos de um Lesnar mais talentoso e vigoroso? Ou ele é somente uma memória esboçada pelo tempo rumando lentamente ao nada.

 

Só a vida para responder tais questões. Ou você nos comentários. De qualquer forma, ele segue felicíssimo com sua BOOM BOX Money In The Bank.

 

Para finalizar, uma música em homenagem a isso.

 

Leia Mais

PipeBomb 39# – Wrestlemania 34

Sim! Foi um longo inverno e o evento já passou há mais de um mês, mas é só o aqui e o agora que vale meus amigos, portanto estamos de volta para falar sobre Wrestlemania 34! Léquinho (lápis), Joker (arte-final) e Luan (cores e letreiramento) se juntam novamente neste ambiente deletério para falar sobre a ocasião mais importante do Wrestling Americano. Falamos sobre o lutador que destrói estádios, analisamos o possível futuro de Ronda Rousey e discutimos sobre o fato de uma criança de 10 anos ganhar um título. Ah, e também teve leitura de comentários hein.

Antes de dar play, lembre-se de nos seguir no twitter e curtir nossa página do Facebook para mais informações. Se quiser, também é possível assinar nosso feed por email para receber todos os nossos posts (o que da uns três por semana).

Então é isso, muito obrigado e espero que gostem do episódio de hoje. Deixe seus comentários!


Até a Próxima Edição! Deixe seu comentário, seja criticando, dando dicas, e fazendo sua pergunta para nós respondermos na próxima edição!

 

Leia Mais

royal rumble 2018

PipeBomb 38# – Royal Rumble 2018

Review de novo?! SIM! De novo. Estamos de volta com mais uma edição do PipeBomb Podcast para falar do Royal Rumble 2018 que aconteceu dia 28 de Janeiro de 2018 no Wells Fargo Center, estado da Filadélfia. Se prepare para ouvir Léquinho  (eu mesmo), LuanJoker falarem uma avalanche de bosta  detalhadamente sobre tudo o que aconteceu no PPV: os returns marcantes, a primeira Royal Rumble Match feminina, as disputas de título e nossas previsões pro futuro.

Antes de dar PLAY, lembre-se  de curtir nossa página no FACEBOOK e seguir nosso TWITTER.

 

Agora sim pode dar PLAY.


Até a Próxima Edição! Deixe seu comentário, seja criticando, dando dicas, e fazendo sua pergunta para nós respondermos na próxima edição!

Leia Mais

Wrestlemania 32- Uma Noite.

 

Uma das últimas vezes que escrevi para cá estava na mesma posição que agora: sentado na cadeira com um monte de ideias na cabeça, um turbilhão de sentimentos e os fones no ouvido. Mesma posição, situação diferente.

Hoje não é a aposentadoria de um grande Wrestler que me motiva (mesmo que outra já tenha acontecido nesse mesmo fim de semana) mas sim um evento de 7 horas de duração que, horas parece ter 30 minutos, horas parece ter 5 anos. Para todo fã de Wrestling a Wrestlemania significa algo, mesmo que pouco; é provavelmente o principal nome dentre os eventos de Wrestling mundial, mesmo que, para os puristas, o Wrestling faça agora pouco parte do seu cartel dando lugar para o (muitas vezes odiado) entretenimento. Hoje eu vi um dos maiores fan-services da história da WWE, me diverti como não me divertia há tempos na companhia dos outros animais que rodeiam esse ambiente e, ao final, simplesmente não sei o que falar.

Vou apelar para o clichê e começar pelo começo, ou pelo começo antes do começo

(mais…)

Leia Mais

Análise Royal Rumble 2016

Prós e Contras | Royal Rumble 2016

Análise Royal Rumble 2016

No último domingo (24) foi realizado um dos Pay Per Views mais importantes da WWE, o Royal Rumble 2016, vamos falar um pouco sobre o PPV, o que tivemos de positivo e o que tivemos de negativo, houve muita discordância sobre o Royal Rumble, principalmente sobre o resultado da match mais importante, vou expor minha opinião aqui e peço para que você faça o mesmo, vamos tentar entender o ponto de vista de cada um, então, comentem na caixa de comentários abaixo desse artigo, espero que entenda e respeite o ponto de vista exposto aqui nesse artigo como respeitamos todas as opiniões.

(mais…)

Leia Mais

Pipe Bomb 28#- FINALMENTE WRESTLEMANIA 31!

É crianças…Após muito muito muuuuito tempo estamos aqui! Joker, Luan, Captain (por texto) e Léquinho (atrasão maldito) vem até vos pra falar do principal evento da World Wrestling Entertainment no ano, WRESTLEMANIA, mesmo que pra isso tenhamos que voltar meses e falar de coisas que todo mundo já sabe e esta cansado de ouvir falar. Enfim, espero que gostem do Pipe Bomb Podcast e lembrem sempre de acessar nosso Facebook e Twitter!

 

Recomendações


Até a Próxima Edição! Deixe seu comentário, seja criticando, dando dicas, e fazendo sua pergunta para nós respondermos na próxima edição!

Leia Mais

Que comecem os Mind Games

E começa oficialmente a Road to Wrestlemania! Após uma Royal Rumble fraca e um Fast Lane dispensável temos finalmente algo “De peso” para esse evento (sem piadas por enquanto). Não me entendam mal quando digo isso! A Ladder Match pelo Intercontinental Title provavelmente sera a melhor luta da noite; teremos também uma luta de tags que promete ser fantástica e até mesmo um homem que jurou nunca pisar os pés em um ring da WWE, este mesmo homem lutará contra o The Game. Mas nada disso realmente me fez sentir no clima da Wrestlemania
Desde que eu me entendo por fã existem certas coisas que me fazem entrar no pique do maior evento de Wrestling nos Estados Unidos e nesse ano infelizmente, nenhum deles funcionou. Até agora. Até Bray Wyatt chamar Ele pra lutar no evento que consagrou um Wrestler na media em um dos maiores ícones da industria. Agora é oficial, Undertaker enfrentará Bray Wyatt na Wrestlemania.
Não irei entrar em méritos como a qualidade da luta (provável que seja ruim) ou em como o Phenom esta velho de mais pra lutar, mesmo que seja uma luta não tão puxada. Pra mim nada disso importa. Pessoalmente esta é uma feud muito passional por envolver dois Wrestlers os quais gosto muito por conta de seus personagens e respectivas interpretações; seja Undertaker com sua pose e voz familiar e sua postura amedrontadora ou Bray Wyatt com suas bizarrices, seu jeito sofrido de falar e sua risada frenética.
Não se enganem pensando que vai ser a feud do seculo ou uma luta formidável, mas aproveitem. Aproveitem porque será provavelmente a ultima vez que vocês verão o Sr Mark Calaway nos ringues; aproveitem porque este é um dos elementos que nós é familiar e como todas as coisas da vida uma hora acabam. Assim como acabou a Streak uma hora Undertaker vai ter que acabar (ou já devia ter acabado), mas que acabe com dignidade e com uma feud a sua altura.

E sim, este é um texto totalmente passional sem nenhuma coesão ou logica, conviva com isso. Logo o Pipe Bomb voltará a sua programação normal.

 

Leia Mais