Video Jogos

Grande parte do que me faz ser fã de Wrstling hoje em dia não foi inventada somente por Vince O’Mac e um bando de escritores em uma sala cheirando a porra, cigarro e Whisky. Elas foram criadas por pessoas especializadas em jogos, escritores que pensaram nas histórias que seriam divertidas de viver se tudo aquilo fosse real. Alguns outros aspectos foram inventados por mim, um aperto de botão por vez, onde tudo o que acontecia tinha uma razão dentro de um contexto que só eu conhecia, um mundo de vídeo jogos onde pixel viravam ação e números faziam arte.

A primeira vez que eu joguei Smackdown vs Raw 2006 eu estava com febre. Foi um dos melhores dias da minha vida.

Desde então eu tenho muito apreço pelos jogos que tentam retratar a luta livre de uma forma divertida, capturando, nem que seja por alguns instantes, a energia e vitalidade que faz desse esporte algo completamente diferente de tudo que nós temos e, ainda assim, algo que pode ser familiar a qualquer um.

Uma das minhas primeiras lutas foi Tajiri contra Undertaker e cara eu fiz nosso amigo nipônico sangrar feito um filho da puta. Ainda mais depois que eu peguei o jeito dos finishers? Rapaz aquilo foi uma festa. Um tempo depois, na loja do senhor que me vendia jogos de PS2 eu vi o Smackdown vs Raw 2008 com seu sistema de classes, uma criação de personagem mais avançada, Storylines mais complexas que, devido ao meu conhecimento quase nulo de inglês na época, pareciam até mais legais do que eram e um gráfico um pouco mais compacto por assim dizer.

Eu tenho a impressão que, conforme os anos passaram o visual dos jogos da WWE deixaram de ser algo blocado e um pouco estilizado para algo mais naturalista e, sinceramente? Isso para mim deixa o jogo um pouco mais feio. Eu acredito que jogos de PW não precisam ser totalmente naturalistas, precisam sim ser funcionais e passar um sentimento de vislumbre, o olhar para o fantástico e não uma cópia completa do que já existe.

Também não precisa ser uma putaria sem sentido que nem o All Star.

Enfim, por hoje é isso amiguinhos.  Outro dia voltamos aqui para falar mais sobre joguinhos. Não, eu não esqueci do WWF No Mercy.

Leia Mais